Mulheres Que Vivem Sós

Tenho estado com elas, ouvido e sabido de muitas mulheres que estão vivendo sós.

E quero chamar a sua atenção para o que é real.

Elas, as mulheres, estão incrivelmente presentes em todas as áreas em que tenho trabalhado, cursos de desenvolvimento pessoal, como executivas em grandes empresas e na condução de pequenas empresas familiares, aposentadas que iniciam uma nova atividade profissional com mais satisfação e criatividade que nas profissões que abraçaram anteriormente para ajudar sua família, marido, companheiro, filhos…

Mudanças internas poderosas, sutis, quase imperceptíveis, nos mostram um novo quadro feminino.

Elas estão vindo em número sempre maior em todas as áreas das atividades humanas ocupando seus lugares, aqueles que sempre ocuparam anonimamente, talvez com uma certa timidez ou porque era assim e pronto.

Tenho a sensação de que você mulher, está pronta para as grandes mudanças que já estamos vivendo e que foram anunciadas pelo mundo da economia, das finanças, pelos sociólogos, pelos canais espiritualistas etc.

É como se você navegasse por um rio manso, do qual já conhecesse o percurso, porque sabe onde procurar as informações de que precisa, o que fazer em casos de emergência.

Sua criatividade flui livre e toca todas as situações práticas, espirituais, de relacionamentos.

O Relacionamento Com o Masculino

Hoje, as mulheres se relacionam com os homens em diversos níveis.

E eles se tornam, além de companheiros de caminhada, parceiros de projetos profissionais, “pares”, não são mais seres de planetas diferentes.

Muitos passaram a olhar na mesma direção e não mais um para o outro.

Aquelas que encontram um companheiro, o fazem de maneira nova, e prevalece o compartilhamento da vida, de suas situações.

O que há de novo, é que você está chegando inteira, como é, como quer e gosta de ser. Agradar ao outro é só uma consequência do ser e estar.

Por isto, mais e mais mulheres estão seduzindo naturalmente por seu Ser sem artifícios, montagens, mentiras.

Este é um ponto crucial deste novo modo de ser: sem mentiras, já que ela não cabe mais na vida de ninguém!

Sabemos que quando você muda, tudo ao seu redor muda.

Vejo as mulheres mais conscientes e despertas trazendo as soluções para muitíssimas situações da vida humana, para o dia-a-dia onde encontramos os estimulantes desafios para criar, inovar, concretizar sem perda de tempo.

Eu que vivi os anos do feminismo e dele fui militante, sempre com a visão da valorização do feminino e não com a da competitividade ou da imitação do mundo masculino, sinto uma grande alegria e alívio ao constatar que finalmente “estamos chegando lá”.

Não, não me esqueci das regiões de nosso País e do Planeta onde nada disto está acontecendo, mas tenho a certeza de que mesmo nestes lugares, as novas mulheres também estão presentes e atuantes, tornando menos áridas e dolorosas estas situações. E temos tido notícias de muitas delas!

A Solidão

Sim, você me pergunta: e a solidão?

Aqui também acontece uma grande transformação!

Os grupos de interesse, de novas atividades profissionais, a internet, têm aproximado muitíssimas mulheres que estão fisicamente distantes, mantido os contatos entre amigas, criado parcerias de todos os tipos, as trocas de ajuda e compartilhamento.

Também nestes casos, a ternura, a amizade, a colaboração e a formação de parcerias para novas saídas profissionais e financeiras, a realização de sonhos como o “fazer juntos” estão se realizando.

Vejo um “dar-se” conta de que somos as únicas responsáveis por nossos destinos.

Assim você é livre para imaginar e criar a vida que quer ter, sabendo que tudo dá trabalho, que é preciso ter paciência consigo mesma, mas há a recompensa de estar sendo quem você realmente é.

Hoje é mais fácil dizer a verdade, este é o momento de todas as verdades, dentro e fora de você.

Muitas vezes elas não são agradáveis, mas só conhecendo-as é possível fazer mudanças e fazer novas escolhas.

Pode-se dizer que algo está caminhando com mais suavidade, com mais amor.

E amor é empurrar, corrigir, fazer críticas construtivas, ensinar, ser firmes na direção correta para que aconteça o que compartilhamos e desejamos.

A idade e o sexo não separam, não impedem.

As alianças agora se formam com base nas afinidades, são simples, eficazes, produtivas e levam todos os que assim querem e desejam viver níveis de alegria, realização ainda desconhecidos.

Aproveite. Fique atenta. As oportunidades estão em toda a parte!

***

Regina de Toledo é Psicóloga Clínica pela Università degli Studi di Padova, Analista Reichiana, escritora e palestrante, e compartilha sua vivência espiritual e física pelos caminhos da Escola do Saber do Oriente, encontros com seres de outras dimensões e reencontros de vidas passadas. Ela é autora dos livros “Uma Viagem Entre o Céu e a Terra” e “Resiliência Psicológica”, ambos disponíveis na Amazon.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close